quarta-feira, 11 de abril de 2012

Ronnie Montrose: laudo aponta suicídio


De acordo com o relatório do médico legista que foi liberado na última sexta-feira, o lendário guitarrista Ronnie Montrose cometeu suicídio. O músico se suicidou com um tiro. O laudo de toxicologia também mostra que o nível de álcool em seu sangue era de 0,31% quando ele morreu – quase quatro vezes o limite legal na Califórnia. Nenhuma outra droga foi encontrada em seu sangue.

A família Montrose postou o seguinte comunicado no site RonnieMontrose.com: “ Agora, a arrasadora verdade sobre a morte de Ronnie já é de domínio público. Esperamos que entendam o fato de querermos manter essa notícia apenas no âmbito familiar o maior tempo possível. Só podemos esperar que vocês escolham celebrar a música de Ronnie e o que ela significa para vocês, em vez de lamentar sua morte. Era isso que Ronnie iria querer. Ele adorava ser guitarrista, compositor, produtor e criador de mágica. Ele tinha total consciência de seus dons e mesmo assim, se forçava a evoluir, melhorar e fazer músicas melhores. Ele fazia isso por ele e por vocês já que ele adorava e apreciava seus fãs. Por favor mantenham a sua energia, sua alegria e seu amor em seus corações.”

Apesar de Ronnie não ter deixado uma bilhete de suicídio, sua esposa/manager Leighsa Montrose sentia que ele provavelmente sempre planejou uma saída.

Segundo Leighsa: “Ronnie teve uma infância muito difícil o que lhe causou sentimentos de inadequação muito profundos. Era por isso que ele exigia tanto de si mesmo. Ele nunca achava que era bom o bastante. Ele sempre temeu ser descoberto como uma fraude. Então, ele sempre exercia sua auto-crítica e as expectativas que ele punha em si mesmo eram enormes. Agora vejo que ele não queria carregar esses fardos por muito mais tempo.

Eu sabia que havia me casado com um alcoólatra, mas Ronnie nunca foi nada a não ser carinhoso. Ele podia se tornar irritante e irritadiço, mas nunca agressivo ou abusivo comigo de qualquer forma. Ele realmente tinha uma reputação de ser mal-humorado e ter uma personalidade controladora quando era mais jovem, mas sempre disse que eu tinha a melhor versão dele e nós éramos praticamente inseparáveis. Fazíamos todas as refeições juntos e eu fui a todos os shows que ele fez.” 

Site relacionado: www.RonnieMontrose.com      

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui esta notícia, sem limites, sem moderação.