Mostrando postagens com marcador Amaranthe. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Amaranthe. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 4 de maio de 2012

A salada do Amaranthe


Amaranthe – Amaranthe [2011]
Se houvesse um desafio real a ser feito ao ouvir esse disco é tentar encaixá-lo em algum segmento do Heavy Metal. Praticamente todos os subgêneros aparecem em algum momento, com direito até a algumas incursões por um lado mais Pop. A diferença é que essa “salada” é muito bem feita e espontânea, resultando em um trabalho acima da média. A sincronia entre os três vocalistas – com destaque para Elyze Ryd, figura conhecida pelos fãs do Kamelot – dá um clima todo especial, com Andy Solveström assumindo o lado gutural enquanto Jake E dá conta do registro limpo, ambos com total competência.
Mesmo com toda a dificuldade em definir, digamos que o play promove uma bem sacada mistura de Melodic Death e Power Metal em seu núcleo criativo. A partir daí, várias extensões são realizadas, levando a música do grupo a variados pontos, sempre com êxito. Aliás, importante citar um mérito da banda: o de conseguir colocar todas as suas influências sem precisar criar faixas de dois dias e meio. A mais longa tem quatro minutos e cinquenta segundos, sendo que a maioria fica na casa dos três. Ou seja, não se preocupe com a possibilidade de dormir na metade do caminho.
Os dois singles, “Hunger” e “Amaranthine” são extremamente grudentos sem se tornarem apelativos. Característica que também se encaixa perfeitamente em outros momentos, como na abertura arrasa-quarteirão com “Leave Everything Behind”, o ritmo contagiante de “1.000.000 Lightyears” e a viciante “Automatic”, com seu refrão inesquecível após a primeira escutada. A dobradinha final com “Act Of Desperation” e “Serendipity” fecha em alto estilo. O álbum está disponível no mercado nacional via Hellion Records e merece ser conferido. Que venha mais logo!
Nota 8,5
Elize Ryd (vocals)
Andy Solveström (vocals)
Jake E (vocals)
Olof Mörck (guitars, keyboards)
Johan Andreassen (bass)
Morten Løwe Sørensen (drums)
01. Leave Everything Behind
02. Hunger
03. 1.000.000 Lightyears
04. Automatic
05. My Transition
06. Amaranthine
07. Rain
08. Call Out My Name
09. Enter The Maze
10. Director’s Cut
11. Act Of Desperation
12. Serendipity

Resenha do Van do Halen