Mostrando postagens com marcador neil young. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador neil young. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Neil Young: “Cobain acertou um acorde profundo dentro de mim”

Em sua auto-biografia, intitulada Waging Heavy Peace, o veterano Neil Young revelou o sentimento ao descobrir que um trecho de uma música sua havia sido citado na carta de suicídio de Kurt Cobain. “Quando ele morreu e deixou aquela carta, acertou um acorde profundo dentro de mim. Aquilo fodeu comigo”, revela Young. O trecho citado é “It’s better to burn out than to fade away” [melhor queimar que apagar aos poucos], da música Hey Hey, My My (Into The Black).

 


Fonte: Van do Halen

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Por autobiografia, Neil Young decide parar de beber e fumar maconha

Neil Young

 

Neil Young está sóbrio. E se mantendo assim há um ano. O músico de 66 anos justifica a mudança na maneira como leva a vida com o processo de escrever um livro de memórias,Waging Heavy Peace, que chegará às lojas norte-americanas no dia 25 e, no Reino Unido, em outubro.

Ao The New York Times, ele afirma que a decisão fez com que encarasse o mundo em uma perspectiva nova. “Fiz isso por 40 anos”, contou ele, sobre a frequência em que usava drogas e bebia. “Agora eu quero ver como é não fazê-lo”, completou.

A maconha, principalmente, era tão presente na vida de Young como o cigarro de tabaco para os fumantes. O fato de estar limpo, mesmo que já por um período de tempo longo, ainda faz com que o músico se espante com as reações do seu corpo.

“Quanto mais limpo, mais alerta eu fico, menos eu me conheço e mais difícil é me reconhecer”, filosofou o cantor.

Em entrevista à agência Reuter, Young explica que o livro não seguirá uma ordem cronológica e se aproxima mais a tipo de diário, mostrando o cotidiano presente do músico. “É mesmo um sonho de hippie”, disse Young. “Sempre gostei de escrever. Meu pai era escritor e sempre soube a respeito de autores e da escrita. Agora é a minha vez de fazer.”

A ironia toda é que Young está prestes a lançar um disco com a banda Crazy Horse de nome sugestivo: Psychedelic Pill, algo como “Pílula Psicodélica”, em português. O álbum sairá no dia 30 de outubro e possui faixas longuíssimas, de até 27 minutos, como é o caso de “Driftin’ Back”.

E 2012 permanece agitado. O documentário Neil Young Journeys, uma colaboração entre o músico e o também roqueiro e cineasta Jonathan Demme, chega no Brasil através do Festival do Rio, marcado para começar no dia 27 de outubro.

Vale também lembrar que Neil Young e Crazy Horse retomaram a parceria ainda neste ano, quando lançaram o álbum Americana, recheado de canções folclóricas norte-americanas.

 

Fonte: Rolling Stone

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Red Hot lancará EP de covers em maio



Em maio o Red Hot Chili Peppers lançará "We Salute You", um EP inteiramente de covers. O novo trabalho é uma comemoração a introdução da banda no Rock & Roll Hall Of Fame. Das seis faixas, cinco estarão disponíveis pela primeira vez em versão digital e três foram retiradas de apresentações ao vivo.
Confira abaixo a tracklist do EP que sai no dia 1º de maio:
1 – A Teenager In Love (Dion And The Belmonts)
2 – Havana Affair (Ramones)
3 – Search & Destroy (Iggy And The Stooges)
4 – Everybody Knows This Is Nowhere (Neil Young) (Ao Vivo)
5 – I Get Around (The Beach Boys) (Ao Vivo)
6 – Sufragette City (David Bowie) (Ao Vivo)


sexta-feira, 23 de março de 2012

segunda-feira, 19 de março de 2012

Neil Young: Novo álbum em Junho


'Americana'

A data de lançamento de 'Americana' - o novo álbum de Neil Young & Crazy Horse - acaba de ser anunciada: 5 de Junho! A primeira música será liberada em breve.
Confira o tracklist:

1. Oh Susannah

2. Clementine

3. Tom Dooley
4. 
Gallows Pole
5. Get A Job
6. Travel On
7. High Flyin’ Bird
8. She’ll Be Comin ’Round The Mountain
9. This Land Is Your Land
10. Wayfarin’ Stranger
11. God Save The Queen

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Revista Classic Rock elege os piores discos das melhores bandas

Em mais uma de suas listas, a revista inglesa Classic Rock publicou em sua edição 168, de fevereiro de 2012, uma seleção com aqueles que seriam, na opinião da equipe da revista, os cinquenta piores discos lançados por grandes artistas.
Participaram da escolha os jornalistas Geoff Barton, Eddie Clamp, Malcolm Dome, Dave Everley, Jerry Ewing, Rob Hughes e Ben Mitchell. Como toque final, a publicação classificou os discos em seis categorias: Álbuns Conceituais Criminosos, Reincidentes, Novos Direcionamentos Musicais, Álbuns Solo Auto-Indulgentes, Novas Formações e Discos Podres de Ruins.
Como a lista traz álbuns lançados por bandas que contam com legiões de fãs apaixonados, ela certamente causará discussão.
Então, vamos aos 50 piores discos lançados pelas grandes bandas, segundo a Classic Rock:
Kiss – (Music From) The Elder (1981)
Billy Idol – Cyberpunk (1993)
Jon Anderson – Olias of Sunhillow (1976)
Vários – Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band (1978)
David Bowie – Tonight (1984)
David Bowie – Never Let Me Down (1984)
Tin Machine – Tin Machine II (1991)
Neil Young – Trans (1982)
Neil Young – Everybody's Rockin' (1983)
Neil Young – Landing on Water (1986)
Bob Dylan – Dylan (1973)
Bob Dylan – Saved (1980)
Bob Dylan – Dylan and The Dead (1989)
Queen – Hot Space (1982)
ELP – Love Beach (1978)
The Clash – Cut the Crap (1985)
Michael Bolton – Soul Provider (1989)
T. Rex – Zinc Alloy … (1974)
Killing Joke – Outside the Gate (1988)
Mötley Crüe – Generation Swine (1997)
Rod Stewart – Best Wishes (1983)
Captain Beefheart – Bluejeans & Moonbeams (1974)
Def Leppard – X (2002)
Keith Moon – Two Sides of the Moon (1975)
Mick Jagger – Primitive Cool (1987)
Gene Simmons – Asshole (2004)
George Harrison – Gone Troppo (1982)
The Velvet Underground – Squeeze (1973)
Van Halen – Van Halen III (1998)
Iron Maiden – The X Factor (1995)
Black Sabbath – Born Again (1983)
Genesis – Calling All Stations (1997)
The Doors – Other Voices (1971)
Rolling Stones – Dirty Work (1986)
Aerosmith – Just Push Play (2001)
AC/DC – Fly on the Wall (1985)
Crosby, Stills & Nash – Live It Up (1990)
Deep Purple – The House of Blue Light (1987)
The Who – It's Hard (1981)
Creedence Clearwater Revival – Mardi Gras (1972)
Fleetowood Mac – Time (1975)
The Byrds – Byrdmaniax (1971)
Jimi Hendrix – Crash Landing (1975)
Ozzy Osbourne – Under Cover (2005)
Guns N' Roses – The Spaghetti Incident (1993)
Bon Jovi – This Left Feels Right (2003)
Scott Weiland – The Most Wonderful Time of the Year (2011)
Metallica – St Anger (2003)
Lou Reed & Metallica – Lulu (2011)
Lou Reed – Metal Machine Music (1975)

Fonte: Collector's Room