Mostrando postagens com marcador ozzy osbourne. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ozzy osbourne. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Ozzy Osbourne é eleito presidente do Heavy Metal


Na esteira das eleições americanas, o site Loudwire.com fez uma eleição para presidente do Heavy Metal. E o eleito foi Ozzy Osbourne!

A votação veio acontecendo há várias semanas e para chegar ao duelo final, Ozzy bateu Oderus Urungus do Gwar, Maynard Keenan do Tool e Rob Halford do Judas Priest. A final foi contra Rob Zombie, que bateu Bruce Dickinson do Iron Maiden, Dave Mustaine do Megadeth e Lemmy do Motörhead.

Na contagem final dos mais de 100.000 votos, Ozzy bateu Rob Zombie por 50,82% a 49,18%.  

Fonte: RoadieCrew

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Ozzy Osbourne diz que Black Sabbath já tem 15 músicas novas


Desde o anúncio de seu retorno, feito no final do ano passado, o Black Sabbath vem trabalhando em seu novo disco. 
De acordo com informações publicadas ontem (2) no site da revista NME, o vocalista da banda,Ozzy Osbourne, anunciou que 15 músicas já foram escritas.
"Eu estou muito feliz por estar de volta com esses caras. Nós escrevemos 15 músicas novas", disse.
Ainda segundo a entrevista, o baixista Geezer Butler comentou detalhes da nova produção. "Ele (o produtor Rick Rubin) sentou conosco, colocou nosso primeiro álbum para tocar e pediu que imaginássemos que estávamos em 1969 e tivéssemos acabado de gravar aquilo. E perguntou o que faríamos em seguida", disse.
Devido ao tratamento de Tony Iommi contra um linfoma, diagnosticado em janeiro deste ano, a banda tem marcado poucas apresentações. O próximo show está marcado para o dia 10 de junho - e não contará com o baterista Bill Ward, que desistiu de se reunir com a banda depois de uma disputa de contrato.
O álbum ainda não tem nome nem data de lançamento.

domingo, 20 de maio de 2012

Black Sabbath: resenha do show de abertura da turnê de "reunião"


O que esperar do 1º show do Black Sabbath com formação quase original em 13 anos, num clube de Birmingham, cidade natal da banda, com capacidade para apenas 3 mil pessoas e ingressos esgotados que chegavam a R$ 8 mil no mercado paralelo? Além de disputa, muita idolatria e adoração.
Foi o que a plateia quente, numa tarde fria da primavera inglesa, entregou à banda na O2 Arena Birmingham, no último sábado (19).
Desde novembro de 2011, quando vazou a informação de que a formação original do Black Sabbath retornaria com um novo álbum, o primeiro em 33 anos, produzido por Rick Rubin, muita coisa foi dita, desmentida, confirmada e especulada.
  • Black Sabbath toca "Iron Man" em seu show de retorno, na Inglaterra
Para este primeiro show, faltou o baterista Bill Ward, que se recusou a tocar por divergências contratuais e acabou substituído por Tommy Clufetos, integrante da banda que acompanha Ozzy em suas turnês. Mas ainda assim o clima era de emoção, com Ozzy Osbourne nos vocais, Tony Iommi na guitarra e Geezer Butler tocando baixo.
A noite foi somente do Black Sabbath e não houve banda de abertura. O reencontro começou aos acordes de "Into The Void", do disco "Master of Reality" (1971), e seguiu como uma coletânea ao vivo das músicas mais marcantes do Sabbath – principalmente na fase com Ozzy (de 1969 até 79).
O repertório foi considerado uma prévia dos próximos shows agendados da banda, no Download Festival, na Inglaterra, e no Lollapalooza, Estados Unidos.
Baldada de água
Os medalhões do Sabbath, todos com mais de 60 anos, mostraram que estão em plena forma. Com o público em suas mãos, Ozzy fez o que quis. Provocou, com caras e bocas, cantou como há algum tempo já não cantava e, é claro, não podia faltar a tradicional baldada de água na plateia, em meio à "chuva" de clássicos como "War Pigs", "Black Sabbath", "Iron Man" – momento inesquecível de comunhão entre a banda e os fãs – e "Paranoid", que fechou o show de maneira apoteotica.
Mas o dono da noite foi, sem dúvida, Tony Iommi. Seu nome virou grito de guerra, ovacionado como que numa saudação à superação de um câncer linfático, pouco antes de o Sabbath acertar os shows de retorno. A cada pausa, entre uma música e outra, a plateia gritava seu nome. O guitarrista respondia timidamente com um aceno ou um sorriso. Até mesmo Ozzy, em vários momentos, reverenciou o amigo.
Sharon e documentário
Uma parte do balcão do clube foi reservada aos mais chegados e familiares da banda, com destaque para a mulher e empresária de Ozzy, Sharon – responspável, segundo rumores, pelas condições contratuais das apresentações consideradas "inaceitáveis" por Bill Ward. O show foi inteiramente gravado, incluindo cenas de backstage e depoimentos de fãs antes e depois do show. Este material, somado a filmagens das duas próximas apresentações da banda, deve ser transformado em documentário.

sábado, 19 de maio de 2012

Black Sabbath: retorno heroico de Iommi




Em um esforço hercúleo de Tony Iommi, o Black Sabbath entusiasmou os fãs na O2 Academy, em Birmingham. Nem a ausência de Bill Ward, que gerou uma batalha de palavras na internet, conseguiu tirar o brilho. Quem quis, teve.





terça-feira, 15 de maio de 2012

Black Sabbath: Bill Ward oficialmente fora


Em comunicado oficial, o baterista Bill Ward declarou não ter chegado a um acordo com os outros integrantes do Black Sabbath. Com isso, ele ficará de fora dos três shows que o grupo fará este ano. Ainda não foi anunciado um substituto, mas tudo indica que Tommy Clufetos, da banda de Ozzy Osbourne, deve ser o escolhido.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Black Label Society: Zakk Wylde explica o conceito do Ozzy & Friends


Em entrevista concedida ao The Nervous Breakdown, o frontman do Black Label Society, Zakk Wylde, revelou o conceito por trás do show do Ozzy & Friends, o qual consiste em substituir o Black Sabbathnas datas previamente agendadas na Europa, exceto o Download Festival.
“Serão os atuais membros da banda de Ozzy (Gus G, Blasko, Tommy  Clufetos). Eles tocam várias músicas, depois eu substituo Gus e toco  músicas da minha era na banda. Na sequência Geezer Butler entra e  tocamos Black Sabbath até o final, quando Slash e todos os outros se  juntam no palco para tocar ‘Paranoid’”.

quinta-feira, 29 de março de 2012

Record Store Day: Ozzy lança single especial


Padrinho da edição anterior, Ozzy Osbourne está preparando um presente especial para o Record Store Day 2012. Trata-se de um vinil sete polegadas preto com bolinhas brancas – referência à lendária guitarra de Randy Rhoads. No Lado A, versão ao vivo para “Believer”. Virando o disquinho, temos “Goodbye To Romance”, também ao vivo.
Fonte: Van do Halen

domingo, 25 de março de 2012

"Nós só transamos no intervalo do programa de TV preferido de Ozzy", conta Sharon Osbourne

Eu me recuso a veicular esta notícia aqui, portanto, se você quiser mesmo saber sobre o assunto em pauta, vá direto à fonte: Vírgula

segunda-feira, 19 de março de 2012

Hoje: 30 anos sem Randy Rhoads



Em 19 de março de 1982, aos 25 anos de idade, faleceu aquele que , junto a Edward Van Halen, forjou o que seria uma nova forma de tocar guitarra. Influenciado pelas técnicas de música clássica, Randall William Rhoads inovou e eletrizou a todos com seu som extraordinariamente hipnótico. Randy Rhoads foi parceiro e um dos principais responsáveis pelo sucesso do início da carreira solo de Ozzy Osbourne.

Se não fosse pela sua guitarra mágica, talvez a encarnação solo do “madman” não fosse tão promissora. Os dois primeiros álbuns solo de Ozzy , Blizzard of Ozz (1980) e Diary of a Madman (1981) continuam sendo referência para aqueles que estudam guitarra seriamente. Randy introduziu no rock elementos do que viria mais tarde ser chamado metal neoclássico.Sua velocidade ,carisma, feeling e precisão impressionavam a todos que o viram e ouviram tanto ao vivo quanto em gravações.

O pequeno grande gênio da guitarra morreu tragicamente em um acidente aéreo no qual o irresponsável piloto , sob efeito de cocaína, fez manobras arriscadas culminado com a morte dos tripulantes do pequeno avião.


Além dos álbuns com Ozzy, Randy também tocou com o Quiet Riot, mas é na parceria com Mr Osbourne que 
Randy brilha em seu ápice.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Tributo a Ozzy será lançado em junho



Está programado para sair no dia 05 de Junho pela Versailes Records um tributo definitivo a Ozzy Osbourne e seus mais de 40 anos de carreira.

Intitulado “No More Tears: A Millenium Tribute To Ozzy Osbourne – 1971-2012” terá a presence de algumas celebridades do mundo do Rock fazendo tributo aos anos de Ozzy no Black Sabbath e em sua carreira solo, hit atrás de hit em ordem cronológica em um cd triplo !

O texto do encarte será escrito por produtores que trabalharam com Ozzy como Ron Nevison, Duane Baron, Keith Olsen e Michael Beinhorn.

Entre os artistas que participarão estão: Vince Neil (Mötley Crüe), George Lynch (Dokken, Lynch Mob), Stu Hamm (Steve Vai band), Gregg Bissonette (Joe Satriani, Spinal Tap, David Lee Roth band), Derrick LeFevre (Lillian Axe), Chris Poland (Megadeth), Mark Slaughter (Slaughter, Vinnie Vincent Invasion), Brad Gillis (Nightranger, Ozzy Osbourne Band), Gary Moon (Three Dog Night, Nightranger), Eric Singer (Kiss, Black Sabbath, Badlands, The Cult), Paul Taylor (Winger), Keri Kelli (Alice Cooper Band, Slash's Snakepit, LA Guns, RATT).

Fonte: Roadie Crew

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Revista Classic Rock elege os piores discos das melhores bandas

Em mais uma de suas listas, a revista inglesa Classic Rock publicou em sua edição 168, de fevereiro de 2012, uma seleção com aqueles que seriam, na opinião da equipe da revista, os cinquenta piores discos lançados por grandes artistas.
Participaram da escolha os jornalistas Geoff Barton, Eddie Clamp, Malcolm Dome, Dave Everley, Jerry Ewing, Rob Hughes e Ben Mitchell. Como toque final, a publicação classificou os discos em seis categorias: Álbuns Conceituais Criminosos, Reincidentes, Novos Direcionamentos Musicais, Álbuns Solo Auto-Indulgentes, Novas Formações e Discos Podres de Ruins.
Como a lista traz álbuns lançados por bandas que contam com legiões de fãs apaixonados, ela certamente causará discussão.
Então, vamos aos 50 piores discos lançados pelas grandes bandas, segundo a Classic Rock:
Kiss – (Music From) The Elder (1981)
Billy Idol – Cyberpunk (1993)
Jon Anderson – Olias of Sunhillow (1976)
Vários – Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band (1978)
David Bowie – Tonight (1984)
David Bowie – Never Let Me Down (1984)
Tin Machine – Tin Machine II (1991)
Neil Young – Trans (1982)
Neil Young – Everybody's Rockin' (1983)
Neil Young – Landing on Water (1986)
Bob Dylan – Dylan (1973)
Bob Dylan – Saved (1980)
Bob Dylan – Dylan and The Dead (1989)
Queen – Hot Space (1982)
ELP – Love Beach (1978)
The Clash – Cut the Crap (1985)
Michael Bolton – Soul Provider (1989)
T. Rex – Zinc Alloy … (1974)
Killing Joke – Outside the Gate (1988)
Mötley Crüe – Generation Swine (1997)
Rod Stewart – Best Wishes (1983)
Captain Beefheart – Bluejeans & Moonbeams (1974)
Def Leppard – X (2002)
Keith Moon – Two Sides of the Moon (1975)
Mick Jagger – Primitive Cool (1987)
Gene Simmons – Asshole (2004)
George Harrison – Gone Troppo (1982)
The Velvet Underground – Squeeze (1973)
Van Halen – Van Halen III (1998)
Iron Maiden – The X Factor (1995)
Black Sabbath – Born Again (1983)
Genesis – Calling All Stations (1997)
The Doors – Other Voices (1971)
Rolling Stones – Dirty Work (1986)
Aerosmith – Just Push Play (2001)
AC/DC – Fly on the Wall (1985)
Crosby, Stills & Nash – Live It Up (1990)
Deep Purple – The House of Blue Light (1987)
The Who – It's Hard (1981)
Creedence Clearwater Revival – Mardi Gras (1972)
Fleetowood Mac – Time (1975)
The Byrds – Byrdmaniax (1971)
Jimi Hendrix – Crash Landing (1975)
Ozzy Osbourne – Under Cover (2005)
Guns N' Roses – The Spaghetti Incident (1993)
Bon Jovi – This Left Feels Right (2003)
Scott Weiland – The Most Wonderful Time of the Year (2011)
Metallica – St Anger (2003)
Lou Reed & Metallica – Lulu (2011)
Lou Reed – Metal Machine Music (1975)

Fonte: Collector's Room